mensagem ao leitor

Obrigado por sua visita

sábado, 21 de novembro de 2020

Maracaçumé recebe Escola Digna e encerra ciclo de 18 anos sem prédio escolar do Estado

Desde 2002, quando iniciou o ensino médio no município de Maracaçumé, era um sonho de estudantes e professores terem um local próprio para o ensino e aprendizagem. O sonho se tornou realidade agora, 18 anos depois, com a entrega do Centro de Ensino Prof. Francisco Naldo Povoas, inaugurado pelo Governo do Estado, neste sábado (21).

A cerimônia de inauguração contou com a presença do secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão; secretário de Estado da Cultura, Anderson Lindoso; o secretário adjunto da Seduc, Vitor Pfluger; do prefeito de Maracaçumé, Chico Velho; da secretária de Educação, Marta Lourdite, entre outras autoridades locais.

“Hoje é um dia muito feliz e símbolo para Maranhão ao entregar para o povo de Maracaçumé a sua nova escola de ensino médio. Em 2015, eram cerca de 25 escolas sem prédio de ensino médio, e devagar fomos diminuindo esse número. Ano que vem, os 217 municípios do Maranhão terão suas escolas próprias de ensino médio. Isso é uma vitória imensa. Viva o Escola Digna!”, ressaltou o secretário Felipe Camarão.

Em Maracaçumé, o ensino médio funcionou durante anos em vários prédios cedidos pela prefeitura. Por último, as aulas foram ministradas no Centro Educacional Maria da Conceição de Souza, onde os 920 estudantes dividiam espaço com os do Fundamental, como explica o gestor Raimundo Monteiro Barros Filho.

“Todo início de ano era complicado, porque não sabíamos quantas salas poderíamos fechar. Tudo por causa da falta de espaço. Nós começamos com três salas para 20 turmas no vespertino e noturno, depois ampliamos para cinco, mas não era o suficiente, eram 50 alunos em uma sala de aula”, afirmou Raimundo Monteiro.

O professor de Língua Portuguesa, Joselio Lima de Oliveira, confirma a dificuldade sofrida durante anos pela comunidade escolar e se diz feliz pela nova estrutura. “Era uma realidade bem difícil, porque éramos agregados ao município. A gente ficava dividindo espaço no prédio deles. Mas hoje é diferente. Hoje nós podemos dizer que temos uma escola, um espaço físico nosso para fazer um bom trabalho. A estrutura favorece para que o estudante queira vir estudar, ‘estou indo para a minha escola’, porque antes os alunos nem poderiam falar isso”, ressaltou o professor.

O tão esperado prédio próprio possui estrutura digna dos melhores sonhos, com 8 salas de aula, laboratórios, sala do Grêmio Estudantil, cozinha, despensa, auditório, diretoria, almoxarifado, sala para a coordenação pedagógica, banheiros acessíveis e amplos e biblioteca. A nova estrutura empolga estudantes, como a Larissa Santos e o Jonatas Oliveira.

“Eu não vejo a hora de iniciar as aulas e virmos para cá. Estou’ com as expectativas bem altas, porque, com tudo novo, acho que a nossa aprendizagem vai melhorar 100%”, afirma Larissa Santos, estudante da 2ª série.

“Antigamente, não tinha mais esperança de ver essa escola feita. E chegando hoje aqui é uma alegria muito grande. Nós batalhamos muito, cobramos muito e agora conquistamos. Falando como representante dos estudantes, posso dizer que estamos muito felizes”, afirmou Jonatas, tesoureiro do Grêmio Estudantil do CE Prof. Francisco Naldo Povoas.

A escola também ganhou uma nova biblioteca, que recebeu o nome da professora Nancy de Jesus Fróes, do quadro docente do Centro de Ensino, que faleceu recentemente em decorrência do Covid-19.

“Minha irmã tinha 34 anos de magistério e todo mundo gostava dela. Exemplo de tudo, de filha, de mãe, de irmã, de vereadora e professora exemplar. A nossa família se sente confortada com essa homenagem. Ela merece!”, afirmou Moisael Fróes, irmão da professora Nancy e funcionário do CE Prof. Francisco Naldo Povoas, há 18 anos.

“Nós somos uma família de educadores. Dos seis irmãos, quatro são professores. A Nancy nos deixou de uma forma muito rápida. Mas hoje nós estamos felizes com essa homenagem, a história de vida da minha irmã está imortalizada. Agradeço a todos”, revelou Maria Niracy Fróes Santos, irmã da professora Nancy.

“Quero agradecer ao governador Flávio Dino e toda a sua equipe pela entrega dessa escola. Estamos muito agradecidos; foram anos de espera que encerramos hoje com a inauguração dessa linda escola. O povo de Maracaçumé só tem a agradecer”, concluiu o prefeito do município, Chico Velho.

 

 

 

Fonte: Seduc
Texto: Nayara Vieira
Foto: 
João Aroucha

21/11/2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário passará por uma análise da redação brevemente será publicado