mensagem ao leitor

Obrigado por sua visita

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Seduc realiza encontro de trabalho com gestores das 19 Unidades Regionais de Educação do Estado

 Secretário Felipe Camarão durante reunião com gestores e diretores das 19 Unidades Regionais de Educação
Alinhar as metas e reforçar o planejamento da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) para o ano de 2017. Este foi o objetivo da reunião de trabalho realizada, nesta quinta-feira (26), pelo secretário Felipe Camarão e auxiliares do órgão, com os gestores e diretores pedagógicos das 19 Unidades Regionais de Educação (UREs) do Maranhão.
De acordo com o secretário Felipe Camarão, o momento foi oportuno para reforçar muitos assuntos que fazem parte da rotina de trabalho dos servidores que atuam nas Unidades Regionais, como prestação de contas, formação de professores, reordenamento da rede, entre outros. “Essas reuniões de trabalho são muito importantes, pois além de possibilitar a troca de experiências vividas em cada URE, contribui para o alinhamento das metas que o governador Flávio Dino tem para a educação, que é elevar os índices educacionais de nosso Estado e garantir escolas dignas para todas as comunidades acadêmicas”, destacou.
A reunião contou com a participação de gestores e diretores pedagógicos de todas as regionais de educação do Estado, que novamente aprovaram a iniciativa da Secretaria de aproximar todos aqueles que fazem a gestão da educação da rede pública estadual. “Esta é uma oportunidade de alinhar as informações sobre as ações que precisam ser desenvolvidas neste ano letivo. Diálogo tem sido uma das marcas do governo Flavio Dino”, enfatizou a gestora da URE de Caxias, Lacy de Lurdes Assunção.
Claudio José Braga Rocha, que é diretor pedagógico de Educação da URE de Barra do Corda, também destacou como positivo o momento. “Um encontro deste nível, principalmente no início do ano, vem para oxigenar o trabalho lá na ponta, nas UREs. A gente chega aqui, discute e alinha as ações a serem desenvolvidas. Isso é fundamental”, afirmou.
“É fundamental que estes encontros aconteçam. É um momento para conversarmos com todos os setores da Seduc, e, assim, alinharmos as informações para que, ao retornarmos às nossas regionais, possamos dialogar com os professores e gestores escolares”, disse a professora Fátima Falcão, gestora da URE de Codó.
“São momentos fundamentais para que a gente possa tirar nossas dúvidas, trazer nossas demandas e discutir junto com a gestão da Seduc os caminhos para resolver os problemas e avançar com a educação”, falou Maria Francisca Alves, gestora da URE de Itapecuru. “São de extrema importância para que possamos fundamentar o nosso trabalho, e, com isso, possamos trabalhar para avançar na melhoria do nosso IDEB [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica]”, avaliou Eva Lúcia Barbosa dos Santos, gestora da URE de Barra do Corda.
Trabalho em conjunto
Em continuidade às reuniões de trabalho em prol do fortalecimento da educação no Estado, nesta sexta-feira (27), o secretário de Estado da Educação e toda equipe da Seduc estará reunida com secretários municipais de educação para alinhar metas educacionais e fortalecer o regime de colaboração com as redes municipais de educação, focando na qualidade do ensino e da aprendizagem.

O ‘Encontro de Políticas Educacionais com Secretários Municipais de Educação’ será realizado a partir das 8h30, no auditório do Palácio Henrique de La Rocque, em São Luís. Na oportunidade, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, apresentará aos prefeitos toda a equipe da Seduc, como forma de estreitar as relações entre os diversos setores da secretaria e os municípios.

Fonte: Seduc
Fotos/ Lauro Vasconcelos

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Seduc abre Segunda Chamada para pré-matrícula na rede estadual

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que se encontra aberta até a próxima terça-feira (24), a segunda chamada da pré-matrícula on-line para alunos interessados em cursar o 1º ano do Ensino Médio em escolas da rede estadual de ensino, mas, perderam a primeira chamada.
Também podem fazer a inscrição na segunda chamada, alunos que já fizeram a matrícula em uma das escolas da rede estadual, e por algum motivo desejam mudar para outra escola. “O aluno que já fez a matrícula e deseja mudar de escola, ele pode se inscrever na segunda chamada. Para isso precisa observar se há disponibilidade de vaga na nova escola almejada. Vale lembrar ainda, que, quando o aluno faz a pré-matrícula na segunda chamada, automaticamente anula a matrícula da escola anterior”, explicou Akemi Wada, Supervisora de Tecnologias Educacionais da Seduc.
A pré-matrícula é feita pelo endereço eletrônicohttp://sistemas.educacao.ma.gov.br/matricula2017/, e destinada a alunos que concluíram ou estão concluindo o 9º ano do ensino fundamental em escolas regulamentadas das redes federal, estadual, municipal ou privada.
Para os estudantes com dificuldade de acesso à internet, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) disponibiliza 25 pontos de apoio para a realização da pré-matrícula. A lista dos locais com os respectivos endereços está disponível no portal da Secretaria (www.educacao.ma.gov.br).
As matrículas nas escolas para os alunos selecionados serão realizadas no período de 25 (quarta-feira) a 27 (sexta-feira), diretamente na escola escolhida.
Para se matricular, os estudantes, acompanhados do responsável, devem comparecer à escola com original e cópia dos seguintes documentos: Histórico Escolar ou Declaração de escolaridade da última Unidade de Ensino em que estudou; duas fotos 3 X 4 recentes; Certidão de Nascimento/Casamento ou RG com CPF do estudante, se possuir; RG e CPF do responsável legal, no caso de estudante menor de 18 anos; Laudo comprobatório de deficiências declaradas (se for o caso); fatura da concessionária de energia elétrica atualizada (máximo de três meses). Quando a fatura não estiver em nome do responsável pelo estudante, apresentar, conjuntamente, outro comprovante de endereço em nome da mãe/pai/responsável pelo estudante.
Fonte: Seduc

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Seduc convoca aprovados em cadastro de reserva em seletivo para educação no campo

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgará, nesta terça-feira (17), o edital de convocação dos candidatos aprovados, em cadastro de reserva, no seletivo simplificado para contratação temporária de professor da modalidade de Educação no Campo. Os convocados devem comparecer, no prazo de três dias, na sede das Unidades Regionais de Educação (URE’s), com a documentação exigida no edital.
Ao todo, 136 candidatos aprovados em cadastro de reserva estão sendo convocados para diversos municípios maranhenses.
URE: ZÉ DOCA
Município: Zé Doca
Modalidade de Ensino: Educação do Campo
Disciplina: Química
Inscrição n.º: 9179
Candidato: Xaena Silva Santos
Município: Zé Doca
Modalidade de Ensino: Educação do Campo
Disciplina: Agronomia
Inscrição n.º: 2995
Candidato: Francisco Bezerra Silva
Fonte: Seduc

NOTA SOBRE A PRÉ MATRÍCULA DO 1º ANO

A previsão para a abertura do sistema para a pré matrícula do primeiro ano  do Enisno Médio é para as 17 horas de hoje dia 17/01.
Pedimos desculpas pelo transtorno causado


Amapá do Maranhão terá o primeiro prédio escolar da rede estadual

foto 1 - missao gurupiSecretários Felipe Camarão e Clayton Noleto assinam ordem de serviço para construção de escola em Amapá do Maranhão, junto com a prefeita Tatiane Maia
A comunidade escolar do município de Amapá do Maranhão terá, em breve, o primeiro prédio da Rede Estadual de Ensino. A ordem de serviço foi assinada pelos secretários de Estado, Felipe Camarão (Educação) e Clayton Noleto (Infraestrutura), na sexta-feira (13), durante missão do Governo do Estado nos municípios que compõem a Região do Gurupi, litoral ocidental maranhense.
“Esperávamos por isso há mais de 15 anos. Representa um anseio da comunidade, atendido pelo atual governo, e é um momento marcante para os alunos do Ensino Médio de Amapá”, destacou a professora Celi Santos, gestora do Centro de Ensino Professor João Teixeira Sousa, que, por falta de prédio, funciona, atualmente, em uma escola cedida pela Prefeitura de Amapá do Maranhão.
foto 2 - missao gurupi
Secretários Felipe Camarão e Clayton Noleto assinam ordem de serviço para construção de escola em Amapá do Maranhão, junto com a prefeita Tatiane Maia
A prefeita Tatiane Maia ressaltou a importância da construção da escola para a cidade. “Estou muito feliz porque nossa cidade está ganhando uma escola. Parabenizo o governo pelos investimentos em educação”, disse ao participar da assinatura da ordem de serviço.
“Herdamos uma rede com cidades que sequer possuíam prédios escolares do Estado e nossa meta é construir escolas nesses municípios, com a parceria da Secretaria de Infraestrutura (Sinfra), possibilitando aos nossos alunos uma educação de qualidade”, revelou o secretário Felipe Camarão.
O secretário Clayton Noleto frisou que atos semelhantes à assinatura da ordem de serviço para construção da escola em Amapá do Maranhão têm ocorrido em todo o estado. “Há um amplo programa de melhoria da rede física escolar no estado, com obras de construção, reconstrução, reformas e manutenção de escolas para que os alunos aprendam com qualidade”, declarou.
Gestão democrática
Durante a agenda institucional na Região do Gurupi, o secretário Felipe Camarão e auxiliares participaram de reunião, no Centro de Ensino Dr. Tarquínio Lopes Filho, em Carutapera, com professores e gestores educacionais dos municípios de Godofredo Viana, Boa Vista do Gurupi, Carutapera, Amapá do Maranhão e Luís Domingues.
foto 3 - missao gurupi
Felipe Camarão dialoga com professores
e gestores educacionais dos municípios da região do Gurupi
Na pauta, questões relacionadas aos caixas escolares, quadro de pessoal docente, ações de valorização do educador como a ampliação de jornada e a unificação de matrícula docente, infraestrutura das escolas e a construção do Núcleo de Educação Integral em Zé Doca, que beneficiará alunos de escolas das redes municipais e estadual da região.
foto 5 - missao gurupi
Professora de Biologia, Célia Lins, do C.E. Dr. Tarquínio Lopes Filho, elogiou o diálogo do governo com os educadores
“Nunca tinha visto a presença do governo e de um secretário ouvindo a escola. Fui gestora oito anos nessa escola e estou muito feliz em presenciar esse momento”, disse a professora de Biologia, Célia Lins, que leciona há 25 anos no C.E. Dr. Tarquínio Lopes Filho. Também professor em Carutapera, Gilberto de Sousa Silva considerou proveitosa a reunião. “Foi gratificante o encontro e muito esclarecedor, todos os professores levaram para seus municípios a mensagem do governo para a educação”, avaliou.
O secretário Felipe Camarão afirmou que o diálogo é uma das marcas da gestão estadual. “Estamos construindo uma nova cultura de gestão educacional no Maranhão, com participação de todos. Essa é a gestão democrática, que dialoga, ouve as demandas e encaminha soluções junto à comunidade escolar. Um compromisso do governador Flávio Dino”, explicou Felipe Camarão.
Fonte: Seduc
Fotos/Lauro Vasconcelos

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Em 2017, Rede Pública de Ensino do Maranhão terá 18 escolas de educação em tempo integral

A Rede Estadual de Ensino do Maranhão deu um importante salto na oferta do Ensino Médio, com foco na formação integral. Este ano, mais 15 centros de ensino passarão a funcionar em tempo integral, sendo 11 Centros de Educação Integral, os chamados Centros ‘Educa Mais’, que entrarão em funcionamento em seis cidades, além de mais quatro unidades plenas do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) que estão sendo instaladas em quatro municípios. Com estas unidades, o Maranhão passará a ter mais de 6,5 mil alunos da rede pública estadual cursando o Ensino Médio em escolas de tempo integral.
O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, destaca que no início da gestão do governador Flávio Dino, a rede estadual de ensino possuía somente um centro de educação integral em funcionamento e agora serão 18 centros, o que demonstra o compromisso e, sobretudo, a mudança significativa na Rede Estadual de Ensino no Maranhão.
“Desde os primeiros dias da gestão, o governador Flávio Dino vem centrando esforços para retirar o Maranhão das últimas posições nos indicadores educacionais e uma das ações adotadas como estratégia para mudar esse cenário é o desenvolvimento integral do estudante maranhense, com a implantação da educação em tempo integral na Rede Estadual de Ensino. Começamos com os Iemas, que integram o ensino médio com a oferta de cursos técnicos, e agora estamos partindo para as escolas acadêmicas”, destacou Felipe Camarão.
Os Centros ‘Educa Mais’, como serão chamadas as unidades de Educação de Tempo Integral, estão sendo instalados em escolas da rede estadual nos municípios de São Luís (seis unidades), Alcântara (1), Santa Inês (1), São José de Ribamar (1), São Bento (1), Timon (1). As unidades atenderão cerca de 5 mil estudantes da Rede Estadual, com este novo modelo de escola pública que visa o desenvolvimento dos estudantes em todas as suas dimensões – intelectual, social, cultural, física e emocional.
Nessas unidades, os estudantes terão carga horária de 37,5 horas/aulas semanais, divididas de segunda a sexta-feira, com disciplinas do ensino regular (como Português, Matemática, História, dentre outras) e disciplinas eletivas (como Robótica, Protagonismo Juvenil, Iniciação Científica, Futsal, Handebol, Dança, dentre outras). As disciplinas eletivas são definidas a partir de uma seleção de temas escolhidos por estudantes e professores. Essas escolas terão em seu centro de ensino espaços administrativos, pedagógicos (com Salas de Aula, Biblioteca, Laboratórios de Informática/Robótica, Laboratórios de Ciências) e esportivos (Quadra poliesportiva, vestiários).
Os centros que estão em implantação no Maranhão têm como inspiração o modelo adotado pelo estado de Pernambuco, que saiu da 26ª colocação em 2005 e tornou-se o Estado com uma das menores taxas de abandono escolar do Brasil, com alto Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e que reduziu a distorção idade-ano para o ensino médio.
“Pernambuco apostou, lá atrás, em escolas técnicas e integrais. É um modelo que vem dando muito certo e temos certeza que com investimentos e acompanhamento pedagógico adequado também funcionará em nosso estado”, pontuou Felipe Camarão.
Ensino técnico profissionalizante
Outra ferramenta importante no ensino integral no Estado são os Iema’s, criados em 2015 e cuja proposta é oferecer cursos técnicos integrados ao ensino médio, respeitando as necessidades locais e as prioridades estratégicas do Maranhão. Três unidades já estão funcionando plenamente em São Luís, Bacabeira e Pindaré Mirim. Agora em 2017, outras quatro unidades plenas entrarão em funcionamento nas cidades de Axixá, Coroatá, São José de Ribamar e Timon. A meta é ampliar para 23 unidades até 2018.
Além das quatro novas unidades de ensino médio e técnico em tempo integral que começam a funcionar em 2017, outra inovação para o Iema este ano é o currículo. Disciplinas como robótica e programação e leitura e interpretação textual, além de raciocínio lógico e método científico passam a ser conteúdos transversais e passarão a ser trabalhados em todas as disciplinas.
Também este ano os primeiros estudantes do Instituto farão intercâmbio Iema do Mundo. Lançado no final do ano passado, o programa vai permitir que seis estudantes cursem um semestre inteiro do Ensino Médio no Canadá ou Argentina.
Fonte: Seduc
Texto: Luana Müriella