mensagem ao leitor

Obrigado por sua visita

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Gestores da URE Zé Doca participam de encontro Regional de Gestão Governamental

    Desenvolvimento e Mudanças no Maranhão
Equipes do Governo do Estado continuam viajando pelo interior do Maranhão para divulgar, debater e planejar, junto com os servidores públicos de todas as regiões, as principais ações do governo durante o ‘Encontro Regional de Gestão Governamental’. Nesta segunda-feira (25) as ações do governo foram apresentadas aos servidores das regionais de Zé Doca e Santa Inês, o evento ocorreu no Centro de Estudos Superiores de Santa Inês -CESSIN- UEMA.

Os secretários de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Jhonatan Almada, e da Juventude (Seejuv), Tatiana Pereira, conduziram o encontro realizado na regional de Santa Inês onde houve uma grande participação de servidores do município e de cidades da região como Zé Doca, Governador Newton Bello, Araguanã, Nova Olinda do Maranhão e Centro Novo do Maranhão.
Diversas são as ações ja realizadas ou que estão previstas para a Regional do Alto Turí, dentre as ações estão: Regularização fundiária, Odontomóveis, Hospitais de 20,40,50 leitos (adequação, reforma ou construção), mais as asfaltos, reconstrução de escolas, Kits agrícolas, contrução de escolas Dignas e outras
A ação que ganhou destaque na apresentação foi o pedido de realce no atendimento público objetivando a qualidade do serviço prestado e o serviço de inclusão.

O Gestor regional de Educação José Borges e o DIretor Regional de Educação Ezequiel da Silva participaram ativamente do evento.





informações: www.secti.ma.gov.br/ (fotos: Felipe/Secti)



terça-feira, 19 de julho de 2016

Seduc divulga resultado de chamada pública para participação em Seminário da BNCC

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), divulgou nesta sexta-feira (15), o resultado das inscrições deferidas para participação no Seminário da Base Nacional de Comum Curricular (BNCC), que será realizado nos dias 01(segunda-feira) e 02 (terça-feira) de agosto, no auditório Zenira Fiquene, da Faculdade Fama/Pitágoras.
O seminário é uma das ações que visam a ampla discussão para construção de uma BNCC sólida e que atendam ás necessidades educacionais das crianças, adolescentes e jovens do Brasil.
A Base Nacional Comum Curricular é um conjunto de direitos de aprendizagem básica das áreas de conhecimento e disciplinas, em cada ano escolar, articulados aos aspectos de vida cidadã que devem constar nos currículos da educação básica.
A lista completa com as inscrições deferidas, encontra-se neste site, no link ‘Base Nacional Comum’. É necessário que todos os chamados na listagem encaminhem os documentos complementares descritos no edital de chamada pública (cópia de CPF, CI, contracheque, comprovante de conta bancária), digitalizados, para o e-mail bnccmaranhao@gmail.com, até o dia 22 de julho do corrente. Vale ressaltar que o valor financeiro cairá na conta do participante e o mesmo deverá ter assinaturas na folha de frequência do seminário para validação da participação. Caso o participante falte, terá que devolver o valor ao recolhimento da união por GRU da receita federal.
fonte: http://www.educacao.ma.gov.br/

Primeira ‘Escola Digna’ é inaugurada no Maranhão

Inauguração da primeira escola Digna foto Gilson Teixeira (19)-1Durante a inauguração da escola, o governador Flávio Dino destacou que o programa ‘Escola Digna’ é fundamental para esta gestão
Ainda de acordo com Flávio Dino, esta é uma autêntica revolução que começa hoje. “Entregamos aqui, simbolicamente, a escola número 01, deste programa dedicado a apoiar aos municípios, e chegaremos ao final da nossa gestão com 300 novas escolas”, destacou o governador.
Sobre as perspectivas dos alunos, Flávio Dino falou que foi uma imensa alegria estar ali e constatar que uma nova esperança se abre na vida deles. “É o momento que faz com que valha a pena o nosso esforço, a nossa dedicação, a nossa determinação, para fazer grandes transformações, que podem começar em pequenos lugares”, finalizou.
Pelo menos 31 unidades já estão em fase de construção em municípios como Conceição do Lago Açu, Pedro do Rosário, Paulo Ramos e Marajá do Sena, que tem um dos piores IDHs do Brasil. Outras 73 unidades encontram-se em fase de licitação, para início das obras. Nessa primeira fase do Programa, serão construídas escolas de 1, 2, 4 e 6 salas de aula.
Mesmo sendo atribuição dos governos municipais a oferta do ensino fundamental, o Governo do Maranhão assumiu a responsabilidade de construção das escolas, em regime de colaboração com as prefeituras, que poderão transferir seus alunos para edificações de alvenaria. Esta primeira, foi construída em parceria com a empresa Agroserra, com capacidade para atendimento de 50 alunos por turno; duas salas de aula; sala multimeios; diretoria; banheiros; cozinha e pátio central.
“A inauguração da primeira unidade do programa Escola Digna representa um avanço importante para a educação maranhense, pelo resgate da dignidade e a garantia de condições adequadas para que os alunos aprendam com qualidade e os professores desempenhem suas atividades para formação dos cidadãos, que são futuro do Maranhão”, destacou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.
Reconstrução
O ‘Escola Digna’ vai além da substituição de escolas de taipa por prédios de alvenaria. Constitui-se no maior programa de investimentos em educação básica da história do Maranhão, que ainda inclui assessoria técnico-pedagógica às Secretarias Municipais de Educação, formação de professores, combate ao analfabetismo e a recuperação e manutenção dos prédios da rede física escolar estadual.
No total, serão construídas 300 novas escolas em todas as regiões do Maranhão a partir do Programa Escola Digna. Este ano serão 150 e em 2017 mais 150. O Governo também está reconstruído 63 escolas com recomposição do telhado, parte elétrica, instalação de ar condicionado, forro, piso, revestimento nas paredes, construção de novos banheiros, reforma de auditórios e refeitórios.
8cdc6e97-f052-425e-8749-0fc3a020f984-1024x682
A comunidade, localizada na região Sul do Estado, antes isolada, foi escolhida para receber a primeira unidade do programa ‘Escola Digna’, criado pelo governador Flávio Dino. Fotos: Gilson Teixeira
www.seduc.ma.gov.br

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Seduc divulga resultado do processo de solicitações para exercício provisório nas unidades da rede estadual

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou o resultado do processo de solicitações dos professores recém-nomeados e que já possuem matrícula de 20h na Rede Estadual de Ensino, para exercício provisório da matrícula já existente no município de lotação no concurso para professores da Educação Básica da Seduc – Edital SEGEP N°001 de 6 de novembro de 2015. A ação atende a Portaria Nº 372, de 25 de abril de 2016.
O deferimento das solicitações para o exercício provisório levou em conta o interesse público e as necessidades da rede.
O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, ressaltou que a medida integra um conjunto de ações da Seduc para suprir a necessidade de docentes da rede nos municípios e garantir a qualidade do ensino. “A meta é assegurar um ensino de qualidade aos nossos alunos e valorização dos profissionais da educação no exercício de sua função docente”, destacou.
A lista completa com o resultado das solicitações de exercício provisório está disponível em: www.educacao.ma.gov.br
http://www.educacao.ma.gov.br/seduc-divulga-resultado-do-processo-de-solicitacoes-para-exercicio-provisorio-nas-unidades-da-rede-estadual/

Gestores e técnicos participam de encontro estadual do Censo Escolar

IMG-20160713-WA0048

O secretário de Educação, Felipe Camarão, foi representado, na abertura do encontro, pela secretária adjunta de Gestão das Unidades Regionais de Educação, Rosyjane Paula
Avaliar a execução do processo censitário realizado no Maranhão em 2015, capacitar os gestores escolares e técnicos responsáveis pela coleta de dados e apresentar as alterações propostas no Sistema Educacenso 2016. Estes são alguns dos objetivos do ‘Encontro Estadual do Censo Escolar da Educação Básica 2016’, promovido pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).
Sob a coordenação da Secretaria Adjunta de Planejamento e Orçamento e Superintendência de Estatística, o encontro foi aberto nesta quarta-feira (13) e vai até sexta-feira (15), no auditório do Iema São Luís. Em três dias, técnicos e secretários municipais de educação e técnicos e gestores das 19 Unidades Regionais da Educação (URE’s), além de gestores da rede particular participam de palestras e treinamento para atuarem na coleta de dados do Censo Escolar 2016.
O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, foi representado, na abertura do encontro, pela secretária adjunta de Gestão das Unidades Regionais de Educação, Rosyjane Paula. Ela destacou o papel dos gestores regionais e técnicos na realização de um Censo Escolar que retrate a realidade da educação no estado.
“É a partir do censo que as políticas educacionais, de fato, poderão ser pensadas e implantadas. Por isso, os técnicos têm um papel fundamental e precisam estar preparados para fazer uma coleta de dados que retrate, de forma fidedigna, a realidade educacional do Brasil, e mais especificamente, do Maranhão. Só assim, poderemos contar com recursos e projetos para desenvolver a educação de qualidade que desejamos para as crianças, adolescentes e jovens do nosso estado”, destacou.
No primeiro dia, a formação foi direcionada a secretários municipais de educação, técnicos e gestores das URE’s de Açailândia, Balsas, Barra do Corda, Caxias, Codó, Imperatriz, Santa Inês, São João dos Patos, Timon e Zé Doca. Nesta quinta-feira (14), será destinado a representantes das demais regionais de Educação.
Nesta quarta-feira foram realizadas palestras sobre: ‘A qualidade do Censo Escolar e Taxas de Rendimento’, com o supervisor de Planejamento Educacional, Roosevelt Vieira de Oliveira; e ‘Sistema Educacenso 2016: orientações para a coleta de dados e cadastro de escola’, com Alessandra Cidreira, Léia Leitão e Rúbia Serejo, técnicas da Coordenação do Censo Escolar do Maranhão.
Técnicos dos municípios durante o encontro do Censo Escolar
Técnicos dos municípios durante o encontro do Censo Escolar
O Superintendente de Estatísticas Educacionais da Seduc, Mário Alberto Xavier Gomes, ressaltou a importância da capacitação dos técnicos para o Censo. “Os técnicos capacitados serão multiplicadores destas informações nas suas cidades e nas suas Unidades Regionais, para que o censo a ser realizado possa traduzir, de fato, as necessidades da educação no Maranhão, e para que, a partir destes dados possamos ofertar um ensino de qualidade”.
Censo Escolar
O Censo Escolar é o mais importante levantamento estatístico educacional brasileiro sobre as diferentes etapas e modalidades de ensino da Educação Básica e da Educação Profissional. É, também, uma ferramenta indispensável para que a sociedade conheça a situação educacional do país, dos estados, dos municípios e das escolas e possa acompanhar a execução e efetividade das políticas públicas.
As informações do Censo Escolar são utilizadas para traçar um panorama nacional da Educação Básica e servem de referência para formulação de políticas públicas e execução de programas na área de educação. Além disso, os dados coletados sobre o rendimento e movimento escolar dos alunos do ensino fundamental e médio, juntamente com outras avaliações do Inep (Saeb e Prova Brasil), são utilizados para o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), indicador que serve como referência para as metas do Plano Nacional da Educação (PNE), do Ministério da Educação.
Fonte: Seduc
Texto: Regina Souza
Fotos/Lauro Vasconcelos
http://www.educacao.ma.gov.br/
TwitterGoogleCompartilhar

terça-feira, 5 de julho de 2016

Escolas da Regional Zé Doca recebem vigilancia Noturna

Escolas Jurisdicionadas da Regional Zé Doca recebem vigilância para o período noturno, após diversos problemas enfrentados com a empresa anterior, o governo estadual firmou contrato com a CLASI vigilância, neste momento escolas de 10 (dez) dos 18 (dezoito) municípios estão recebendo os vigilantes, (Araguanã, Boa Vista do Gurupi, Carutapera, Maranhãozinho, Presidente Médice, Gov. Nunes Freire, GOV. Newton Bello Godofredo Viana, Santa Luzia do Paruá e Zé Doca ), um momento muito aguardado pela comunidade escolar não só para a guarda do patrimônio, mas também para segurança de todos e em especial aos alunos.
Lina Sousa, Diretora do CE Antonio Macedo de Almeida em Gov. Newton Bello falou da satisfação de estar recebendo a vigilância noturna, “agora estou mais tranqüila em saber que nossa escola estará protegida do vandalismo e após as aulas não terei mais a preocupação de ter que ficar até meia noite sozinha fechando salas, e nossos alunos estarão protegidos”.

Nossas congratulações ao nosso secretário Felipe Camarão e ao Governador Flavio Dino





sexta-feira, 1 de julho de 2016

Seduc divulga resultado do processo de solicitações para exercício provisório de profissionais da Educação Especial

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou o resultado das solicitações de Exercício Provisório para professores recém-nomeados nos cargos de Instrutor de Libras, Intérprete de Libras, Revisor de Braille e Atendimento Educacional Especializado, atendendo à Portaria nº 694, de 30 de maio de 2016.

O exercício provisório terá duração de um ano, a contar da data do deferimento do pedido, podendo ser prorrogado por igual período. Essa ação atende, essencialmente, ao interesse público e o deferimento foi condicionado às reais necessidades da rede estadual de educação, levantadas pela Seduc.
A concessão do exercício provisório levou em conta a ordem de classificação no concurso, respeitando, prioritariamente, as situações de ausência de carência de docentes e, posteriormente, os casos de baixa carga horária, de modo a não gerar novas carências na rede.
Segundo o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, essa medida visa, sobretudo, suprir a necessidade de docentes da rede nos municípios e garantir a qualidade do ensino. “Nossa meta é assegurar o atendimento especializado de qualidade aos nossos alunos, público alvo da educação especial”, destacou.
Foram convocados para participar do processo para exercício provisório, candidatos aprovados no concurso de 2015 para os cargos de Instrutor de Libras, Intérprete de Libras, Transcritor de Braille, Revisor de Braille e Atendimento Educacional Especializado.
Para o cargo de Atendimento Educacional Especializado foram 32 solicitações, sendo 29 deferidas e três indeferidas; para Intérprete de Libras, das 24 solicitações, 18 foram deferidas e seis indeferidas; para o cargo de Revisor de Braille foram realizadas seis solicitações, sendo quatro deferidas e duas indeferidas; e para Instrutor de Libras foram duas solicitações, sendo uma deferida e outra indeferida.
Confira o resultado
Instrutor de Libras