mensagem ao leitor

Obrigado por sua visita

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Prorrogadas até o dia 15 as inscrições para oficinas de comunicação, arte e cultura

Prorrogadas até o dia 15 de março as inscrições para as oficinas de Comunicação e Informação, Arte e Cultura nas situadas nos municípios-sede das Unidades Regionais (Açailândia, Bacabal, Balsas, Barra do Corda, Caxias, Chapadinha, Códo, Imperatriz, Itapecuru-Mirim, Pedreiras, Pinheiro, Presidente-Dutra, Rosário, Santa-Inês, São João dos Patos, Timon, Viana e Zé Doca). Na regional de São Luís, o prazo para as inscrições encerra na próxima quinta-feira (3). 

Podem se inscrever professores e estudantes do Sistema Estadual de Ensino. O pré-requisito para se inscrever nos cursos de formação é ter alguma experiência nas áreas das oficinas e a disposição de atuar nas escolas para que as mesmas sejam posteriormente desenvolvidas  para a equipe escolar e comunidade.
O protagonismo juvenil vem sendo apontado como elemento enriquecedor das práticas pedagógicas no ensino, pois o jovem tem um conjunto de saberes que são, indiscutivelmente, “ponto de partida” para as riquezas cultural e tecnológica importantes na construção das identidades no conjunto da formação integral.
Dentre as metodologias pedagógicas existentes que podem dar voz aos estudantes como corresponsáveis por sua própria aprendizagem, será instituída, no sistema estadual, uma estrutura curricular mais flexível e enriquecida com oficinas pedagógicas de caráter teórico-prático que utilizam diversos saberes, pesquisa investigativa, registro, síntese, constituindo-se como elementos estruturantes para o fomento das práticas de leitura e escrita em todas as áreas do conhecimento, na perspectiva da formação de identidades e soluções científicas voltadas para a prática social dos estudantes.
Essas oficinas são elementos disparadores do protagonismo de estudantes e professores/as na concretude de um currículo vivo, abrindo espaço para o desenvolvimento de competências e habilidades a partir da vivência e produção interdisciplinar, devendo articular e problematizar os conteúdos tratados em sala de aula.
As oficinas que propomos compõem dois eixos: um voltado para o uso de tecnologias, fortemente presente na vida dos estudantes, e o outro para a ampliação do universo cultural. (Vide detalhamento no texto “Rede de Conhecimento” publicado dia 27/01/2016)
Com esta ação, atenderemos, também, a educação especial, na perspectiva da educação inclusiva, como forma de consolidação e valorização da diversidade, do direito à igualdade de oportunidades e condições para o exercício da cidadania.
A inscrição é o primeiro passo.
Venha ser protagonista da história da educação maranhense!
www.seduc.ma.gov.br

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Governador Flávio Dino homologa concurso para professores

O governador Flávio Dino homologou, nesta tarde (23), o Concurso Público para Professor. Os educadores farão parte do quadro permanente da Secretaria de Estado da Educação do Maranhão (SEDUC). Dino destacou a importância dos profissionais para a mudança dos índices educacionais do Estado. “Desejo que os novos professores do Maranhão se somem aos demais na busca de uma educação de qualidade para nossos jovens”, disse.
O edital, lançado em novembro de 2015, abriu 1,5 mil vagas com salário-base mensal de R$ 4.985,44 (vencimento mais 104% de Gratificação de Atividade do Magistério), para jornada de 40 horas semanais, o que representa uma remuneração por hora de R$ 32. Esta remuneração está entre as maiores para a categoria em todo o país. A medida anunciada por Flávio Dino visa corrigir o déficit de profissionais de educação.
A secretária de Estado da Educação, Áurea Prazeres, realçou o valor da iniciativa: “O concurso público para professores é mais uma ação do governo Flávio Dino de valorização dos profissionais da educação, com vistas à qualidade do ensino e da aprendizagem dos nossos estudantes. Além disso, o certame também possibilita o ingresso de profissionais da educação especial ao Sistema Estadual de Ensino, melhorando, dessa forma, o atendimento às pessoas com deficiência, matriculadas nas nossas escolas”, comentou.
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estaduais e Municipais do Estado do Maranhão (Sinproesemma), Júlio Pinheiro, afirma que a abertura do concurso para professores foi fruto de uma luta histórica dos profissionais da educação do estado atendida pelo governador Flávio Dino. “O concurso atende a uma pauta importante do Sinproesemmma, que vê como fundamental a diminuição da contratação temporária na rede estadual de ensino. Por outro lado, dá à comunidade em geral a oportunidade de ingresso no serviço público, fortalecendo a educação no nosso estado”, relatou Julio.
http://www.educacao.ma.gov.br/

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Regional de Zé Doca adere Mobilização Nacional contra Aedes aegypti

Escolas jurisdicionadas da Regional de Educação de Zé Doca aderiram à mobilização de combate nacional ao Aedes aegypti, alunos professores e demais integrantes da comunidade escolar, a mobilização se deu através da  ação conscientizadora dos estudantes, professores, profissionais da escola e pais sobre o ciclo de vida do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika. 


























 fotos cedidas pelas escolas

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Governo levará ação alfabetizadora do “Sim, Eu Posso!” para oito municípios com baixo IDH

O governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), está iniciando o processo para contratação de 702 alfabetizadores e 71 coordenadores que irão atuar na Jornada Alfabetizadora ‘Sim, Eu Posso!’, uma das ações de mobilização pela alfabetização, que tem o objetivo de combater o analfabetismo no Estado. Segundo o IBGE, o Maranhão possui um percentual de 19,3% da população com 15 anos ou mais de idade que não sabem ler e escrever.
A ação alfabetizadora é contemplada na Macropolítica de Educação denominada de ‘Programa Escola Digna’ e no Plano de Ações ‘Mais IDH’ instituído pelo governo Flávio Dino. Inicialmente o projeto vai ser desenvolvido em oito municípios, dentre os 30 com menor IDH: Aldeias Altas, Governador Newton Belo, Água Doce do Maranhão, São João do Caru, Itaipava do Grajaú, Santana do Maranhão, Jenipapo dos Vieiras e São Raimundo Doca Bezerra, com o início das aulas previsto para abril.
A meta é atender nestes municípios, com o ‘Sim, Eu Posso!’, mais de 14 mil pessoas, com idade igual ou superior a 15 anos, fortalecendo, assim, a parceria com o Governo Federal para o Programa Brasil Alfabetizado, que atendeu, no ciclo 2013 exercício 2014/2015, 111 municípios, beneficiando 45.014 jovens, adultos e idosos. A meta é atender no ciclo 2015 exercício 2016, 159 municípios, beneficiando 93 mil pessoas.
A jornada alfabetizadora tem coordenação da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (FAPEAD), em regime de cooperação com o Movimento dos Sem Terra (MST), detentora do método de Alfabetização ‘Sim, Eu Posso! – Círculo de Cultura’. O desenvolvimento da ação tem, ainda, parceria da Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (SEDHIPOP). “Vamos buscar parceria das demais secretarias de Estado no sentido de realizar essa grande mobilização pela alfabetização e fortalecer as ações alfabetizadoras e de cidadania”, destacou o professor Walter de Carvalho Júnior, supervisor de Educação de Jovens, Adultos e Idosos.
Para a Secretária de Estado da Educação, Áurea Prazeres, o governo tem uma grande missão e uma longa jornada, que é combater o analfabetismo no Maranhão, onde existem cerca de 1 milhão de jovens, adultos e idosos analfabetos, porque ao longo da história não lhes foram oferecidas condições de aprendizagem e cidadania. “O nosso desafio é gigantesco, mas é possível. O Governo do Maranhão tem a grande missão de corrigir essa injustiça social. Sabemos que isso não acontece da noite para o dia, mas estamos dando passos importantes, nessa direção”, realçou a secretária.
http://www.educacao.ma.gov.br/governo-levara-acao-alfabetizadora-do-sim-eu-posso-para-oito-municipios-com-baixo-idh/

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Secti continua com edital aberto para recebimento de demandas para os Aulões do Enem

SECTI
as Secretarias Municipais de Educação; Juventude; Ciência e Tecnologia e similares, Associações; Sindicatos e outras instituições da sociedade civil interessadas em participar da edição 2016 do Programa PreUNI, com a realização de Aulões do Enem em seus municípios, já podem encaminhar suas demandas para a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). O edital com as normas e condições para participar do programa está disponível no site da secretaria no endereço www.secti.ma.gov.br na parte de “Editais”.
A chamada pública fica aberta até o dia 31 de março. O Aulão, criado pelo governo do Estado ano passado, é uma megarevisão, gratuita, voltada para jovens e adultos que, prioritariamente, concluíram ou estão cursando o 3º ano do Ensino Médio interessados em ingressar na Educação Superior focado na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
O secretário da Secti, Bira do Pindaré, que coordena o programa, disse que para esse ano o objetivo é levar os Aulões para um maior número de municípios beneficiando uma demanda maior de estudantes. “O programa foi um sucesso ano passo e contribuiu para o bom resultado alcançado por muitos alunos nas provas do Enem, dai a necessidade de ampliarmos”, observou o secretário.
São objetivos do Aulão revisar os conteúdos ministrados no Ensino Médio, de forma clara e objetiva, com características interdisciplinares e divididas por áreas; contribuir para a democratização do acesso à educação superior; ampliar as oportunidades de sucesso dos maranhenses no Enem; atender a necessidade de reforço preparatório, gratuito, para o vestibular e elevar o índice de aprovações dos alunos do Ensino Médio da Rede Pública
DEMANDAS
O envio das demandas, conforme as diretrizes do edital, devem ser feitas por meio de  ofício enviado para preuni@secti.ma.gov.br ou protocolado junto a SECTI, no endereço Avenida dos Holandeses, Quadra 24, Lote 14, bairro Ponta D’Areia, São Luís MA, CEP: 65077-357 dentro do prazo de inscrição que será até dia 31 de março de 2016.
O AULÃO disponibilizará aos alunos conteúdo de revisão para o ENEM 2016, trabalhando as habilidades e competências relativas às quatro áreas que compõem o exame: Linguagens e Códigos e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Matemáticas e suas Tecnologias e mais a Redação. O Aulão do Enem ocorrerá na modalidade presencial em São Luís e nos municípios demandantes nos locais e datas a serem acordados.
A oferta do Aulão ocorrerá nos municípios a partir do mês de julho de 2016. Os interessados em participar da edição 2016 do Programa PreUNI com a ação Aulão do Enem devem apresentar estimativa de no mínimo 150 alunos a serem atendidos.
SECTI.MA.GOV.BR

Abertas inscrições para oficinas de comunicação, arte e cultura

Rede-de-Conhecimento-Banner-Site

O protagonismo juvenil vem sendo apontado como elemento enriquecedor das práticas pedagógicas no ensino, pois o jovem tem um conjunto de saberes que são, indiscutivelmente, “ponto de partida” para as riquezas cultural e tecnológica importantes na construção das identidades no conjunto da formação integral.
Dentre as metodologias pedagógicas existentes que podem dar voz aos estudantes como corresponsáveis por sua própria aprendizagem, será instituída, no sistema estadual, uma estrutura curricular mais flexível e enriquecida com oficinas pedagógicas de caráter teórico-prático que utilizam diversos saberes, pesquisa investigativa, registro, síntese, constituindo-se como elementos estruturantes para o fomento das práticas de leitura e escrita em todas as áreas do conhecimento, na perspectiva da formação de identidades e soluções científicas voltadas para a prática social dos estudantes.
Essas oficinas são elementos disparadores do protagonismo de estudantes e professores/as na concretude de um currículo vivo, abrindo espaço para o desenvolvimento de competências e habilidades a partir da vivência e produção interdisciplinar, devendo articular e problematizar os conteúdos tratados em sala de aula.
As oficinas que propomos compõem dois eixos: um voltado para o uso de tecnologias, fortemente presente na vida dos estudantes, e o outro para a ampliação do universo cultural. (Vide detalhamento no texto “Rede de Conhecimento” publicado dia 27/01/2016)
Com esta ação, atenderemos, também, a educação especial, na perspectiva da educação inclusiva, como forma de consolidação e valorização da diversidade, do direito à igualdade de oportunidades e condições para o exercício da cidadania.
A inscrição é o primeiro passo.
Venha ser protagonista da história da educação maranhense!
OBS. Inscrições abertas até dia 29 (segunda-feira). Nesta primeira etapa, somente para as escolas situadas nos municípios-sede das Unidades Regionais (Açailândia, Bacabal, Balsas, Barra do Corda, Caxias, Chapadinha, Códo, Imperatriz, Itapecuru-Mirim, Pedreiras, Pinheiro, Presidente-Dutra, Rosário, Santa-Inês, São João dos Patos, São Luís, Timon, Viana, Zé Doca).
http://www.educacao.ma.gov.br/rede-de-conhecimento/

Estudantes premiados na Olimpíada Brasileira de Matemática poderão concorrer a bolsa do Instituto TIM

obmepA Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que estão abertas, até o dia 15 (segunda-feira), as inscrições para a Bolsa Instituto TIM – OBMEP, com o objetivo de dar apoio financeiro para que jovens premiados nas edições da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas cursem a Universidade.
Ao todo, serão oferecidas, em março de 2016, 50 bolsas de manutenção, no valor mensal de R$ 1200, com duração de 12 meses, renováveis anualmente, até 48 meses.
Para concorrer a uma Bolsa o estudante deverá ter sido: medalhista de ouro, prata ou bronze em alguma edição da OBMEP, e admitido em um curso de uma Universidade Pública, em 2016, nas seguintes áreas: Arquitetura, Astronomia, Biologia, Computação, Economia, Engenharia, Estatística, Física, Matemática, Medicina e Química.
As inscrições podem ser realizadas através de formulário disponível na página da OBMEP (www.obmep.org.br); enviar carta descrevendo seus projetos pessoais, acadêmicos e profissionais; cópia do comprovante do resultado do ENEM 2015; cópia do histórico escolar; cópia do comprovante de admissão em um curso nas áreas especificadas acima, de uma Universidade Pública em 2016; cópia do comprovante de residência e dos comprovantes de renda familiar.
No dia 7 de março será enviada aos candidatos mensagem sobre o resultado da inscrição. De 14 a 18 de março será o período de inserção no site da documentação exigida para os bolsistas.
O resultado do processo de seleção será divulgado na página da OBMEP em até 15 dias úteis após a data limite das inscrições.
 Seleção
A seleção dos bolsistas será realizada por uma Comissão Acadêmica que poderá ser composta por representantes do Instituto TIM e do IMPA. A seleção se fará com base no mérito acadêmico, evidenciado no resultado do ENEM e nas diversas edições da OBMEP, e com base na renda familiar per capita e na relevância do apoio financeiro na viabilização da trajetória acadêmica e profissional do jovem. Somente serão considerados os candidatos que tenham fornecido todos os documentos solicitados nos prazos estipulados.
www.educacao.ma.gov.br

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Gestores escolares eleitos assinam contratos de gestão

Gestores Eleitos com Gestor Regional, Diretor de Educação e Pres. do Simproessema de Zé Doca
Gestores escolares da Regional de Educação de Zé Doca assinaram ontem dia 02 contrato de gestão escolar com a secretaria de estado da educação SEDUC, todos os gestores que assinaram o contrato foram eleitos pelo processo democrático com eleições nas escolas, eleições diretas para gestor foi um decreto do governador  ao assumir o Estado.
Os gestores terão um pleito de 03 anos e ao assinarem o contrato de gestão concordaram com as metas instituídas  à sua escola, dentre as metas está a elevação da taxa de aprovação, diminuição da taxa de abandono, elevação da participação no exame nacional do ensino médio e elevação da nota do Avalia Maranhão.
Os contratos foram assinados com o gestor Regional José Borges Bezerra, no ato representando a secretaria de Estado da educação, em sua fala o gestor falou da importância do processo democrático na escolha dos gestores escolares e parabenizou o governo por está realizando o anseio de todos os educadores do Maranhão.
Professor Raimundo Rodrigues presidente do Simproessema em Zé Doca esteve prestigiando a solenidade e deixou sua satisfação em está contemplando um processo justo e aguardado por muitos, “a educação do Estado e a postura de todos vocês gestores eleitos pela comunidade a partir de hoje será diferente” frisou o professor.
Gestores Eleitos na Regional de Zé Doca
Escola- C.E Djalma Cruz da cidade de  Candido Mendes
Willame Sérgio Matos Tavares
Flavio Nogueira do Nascimento
Escola C.E Nelson Serejo de Carvalho-CEMA da cidade de Zé Doca
Edna Freitas Santos
Evanilde Silva Mascarenhas
Luis Antonio Abreu da Silva
Escola C.E Teresinha Alves Rocha da cidade de Nova Olinda
Cícero José Ferraz  
Escola C.E Almeida Braga da cidade de Luis Domingues
Elciléia Sousa Duarte
Escola U.E Princesa Isabel da cidade de Zé Doca
Marlone Raposo Jansen Gomes

Escola C.E MARIA ESPÍNDOLA DE ARAÚJO SILVA- ANEXO II da cidade de Maranhãozinho Israel Vieira Lima