mensagem ao leitor

Obrigado por sua visita

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Governo recebe as empresas responsáveis pelas reformas das escolas no Maranhão

Reunião entre gestores do Governo do Estado e representantes das empresas responsáveis pela execução das obras de reforma e adaptação de escolas. Fotos/ Jackson SilvaGestores do Governo do Estado, vinculados à Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), receberam na última quarta-feira (20), representantes das empresas responsáveis pela execução das obras de reforma e adaptação de 60 unidades de ensino em todo o estado. O objetivo da reunião foi ouvir das empresas sobre o andamento dos serviços.
“Explicamos a importância de acelerar o processo de reforma para que não haja prejuízo no calendário escolar. Nós, também, escutamos as explicações da maneira como a secretaria tem trabalhado permanentemente, com transparência e diálogo, para que os objetivos sejam alcançados, declarou o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto.
O secretário informou que o Governo do Maranhão ouviu vários relatos envolvendo escolas em situação de deterioração. “Então, esse problema é um desafio gigantesco que enfrentamos, pela sensibilidade que o governador Flávio Dino tem com a educação. Estamos confiantes, todos estão empenhados para que as metas para esse setor sejam alcançadas”.
As obras estão sendo realizadas pela Sinfra nas escolas estaduais de São Luís e no interior do Maranhão. Ao todo, 36 municípios serão beneficiados. Os investimentos somam mais de R$ 90 milhões. Os serviços estão sendo realizados nas escolas de acordo com a demanda. São adequações nos banheiros, cantina e cozinha, pintura em toda a estrutura física, revisão nas instalações elétricas e hidráulicas, além de instalação de pontos para climatização do ambiente e novo forro. Quando necessário à unidade também recebe reforma da quadra de esportes.
Na Região Metropolitana de São Luís, 12 unidades de ensino estão em obras. Em São Luís, a primeira escola a receber os serviços foi a Unidade Integrada Padre Antônio Vieira, no bairro Anil. O muro dessa escola estava destruído e está sendo recuperado e construído um segundo muro de concreto com mais de dois metros de altura para fazer uma barreira de contenção e proteger a escola.
No Sul do Maranhão, 11 escolas serão beneficiadas nos municípios de Imperatriz, Açailândia, Balsas, Governador Edison Lobão e Porto Franco. Estão em andamento os Centros Educacionais Newton Barjonas Lobão e Vespasiano Ramos, em Imperatriz.
No povoado de Icatu, a Unidade de Ensino Professora Raimunda Paixão Anexo II – Ana Flávia também apresentava um quadro de destruição e abandono. Alunos e professores tiveram que abandonar o prédio e utilizar outro local emprestado para continuar as aulas como expõe a diretora Mirian Gonçalves. “Estamos aguardando ansiosos pelo término da reformar para recomeçar nossas aulas no prédio próprio da escola. Estamos há 12 anos utilizando um prédio emprestado da prefeitura para não fechar as portas e deixar professores e alunos desassistidos”.
Na Regional de Zé Doca a reforma já se iniciou nos municípios de Carutapera e Candido Mendes, e a empresa já se apresentou às escolas C.E Bandeirante e Princesa Isabel.
As obras em todas as regionais estão dentro do planejamento da Sinfra e os prazos serão acompanhados para que os alunos não sejam prejudicados com o início do período letivo. Essa também é uma solicitação do secretário Clayton Noleto. “Nós pedimos um plano de trabalho que já está sendo apresentado pelas empresas com prazos e metas estabelecidos. Nós também assumimos o compromisso de que as medições sejam devidamente pagas pelo estado para que não haja prejuízo no calendário escolar”, explicou.
Fonte: Sinfra
Texto: Lúcia Pacheco
www.educacao.ma.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário passará por uma análise da redação brevemente será publicado