mensagem ao leitor

Obrigado por sua visita

sábado, 22 de agosto de 2015

Intercâmbio para jovens maranhenses- FAPEMA pagará bolsas aos estudantes


O Programa Cidadão do Mundo, uma iniciativa do Governo do Estado, desenvolvida pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), teve edital lançado, nesta quinta-feira (20), na sede da secretaria. Ao todo, 100 jovens oriundos da rede pública de ensino serão selecionados para fazer intercâmbio em países cujos idiomas são francês, inglês e espanhol. As inscrições podem ser feitas pelo sitewww.secti.ma.gov.br até o dia 30 de setembro.
Para o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré, o Programa permite que as pessoas tenham a possibilidade de percorrer o mundo. “É a chance dada pelo governo Flávio Dino para que os jovens maranhenses tenham um futuro acadêmico e possam ampliar os horizontes. Ao aprender um segundo idioma, os estudantes terão mais oportunidade de entrar em um mestrado, em um doutorado, o que vai melhorar a qualidade da Ciência e da Tecnologia no Estado”, completou.
As bolsas serão pagas pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico (Fapema), representada na ocasião pelo diretor-presidente Alex Oliveira. De acordo com ele, outro benefício do “Cidadão do Mundo” é o fato do estudante se transformar em um “profissional mais engajado, que terá outras referências do que pode ser feito para melhorar a vida das pessoas”.
A secretária de Estado de Juventude, Tatiana Pereira, também compareceu para reafirmar o compromisso com a mobilização do público-alvo, faixa etária dos 18 aos 24 anos. Para participar, é preciso ter feito o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), ter presença de, pelo menos, 80% nas aulas regulares e sete como nota mínima nas disciplinas já cursadas. Os candidatos podem estar cursando ou já ter concluído o ensino básico.
Em 2016, o Cidadão do Mundo receberá um investimento de R$ 2,6 milhões. Antes de embarcar para outros países, 200 jovens realizarão um curso de imersão de três meses. Após esta etapa, eles serão submetidos a uma prova e os 100, que obtiverem as melhores notas, serão selecionados. Durante o intercâmbio, o Governo garante apoio em questões fundamentais como moradia e saúde.
Bira do Pindaré reforçou que, os próximos editais incluirão o High School, modalidade em que os estudantes podem concluir o Ensino Médio nos países selecionados. A perspectiva é que seja adicionado, também, o estágio internacional. Para isso, o Estado está buscando parcerias com universidades e empresas.
Mobilização de jovens
Os Secretários de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e da Juventude (Sejuv) anunciaram uma Oficina voltada para gestores e movimentos de jovens. No espaço, que acontecerá no dia 10 de setembro, serão apresentadas as ações de Governo voltadas para este públic
fonte: http://www.maranhaodagente.com.br/lancado-edital-de-programa-de-intercambio-para-jovens-maranhenses/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário passará por uma análise da redação brevemente será publicado